top of page
  • Larissa Gonçalves

Dissertação: textos profundos e persuasivos

Dissertação: textos profundos e persuasivos

A arte da dissertação vai além da mera escrita de palavras. É um processo que exige clareza de ideias, organização e a habilidade de tecer argumentos sólidos que sustentem sua perspectiva. Se você busca dominar essa arte e produzir textos profundos e persuasivos, este artigo é para você.


Antes de colocar a caneta no papel ou os dedos no teclado, é importante mergulhar de cabeça no tema escolhido. Explore diferentes fontes confiáveis, como livros, artigos acadêmicos, reportagens e entrevistas com especialistas. Aprofunde-se nos meandros do assunto, buscando diferentes perspectivas e visões.


A tese é a alma da sua dissertação, representando a ideia central que você defenderá ao longo do texto. Ela deve ser clara, concisa e defensável, sintetizando o ponto de vista que você deseja apresentar ao leitor.


Contudo, uma dissertação bem estruturada guia o leitor de forma lógica e coesa. A tradicional divisão em introdução, desenvolvimento e conclusão é um framework eficaz:


  • Introdução: apresente o tema, contextualize-o e revele a tese que será defendida. Desperte o interesse do leitor e demonstre a relevância do assunto.

  • Desenvolvimento: mostre os argumentos que sustentam sua tese. Cada parágrafo deve focar em um argumento específico, utilizando dados, exemplos concretos e citações de autores renomados. Explore diferentes perspectivas, demonstrando maturidade intelectual e conhecimento do tema.

  • Conclusão: sintetize os principais pontos abordados, reafirme a tese e, se possível, apresente sugestões para futuras pesquisas ou ações relacionadas ao tema.


A linguagem utilizada deve ser clara, objetiva e formal. Evite gírias, coloquialismos e expressões subjetivas que possam comprometer a credibilidade do texto. Utilize vocabulário rico e preciso, demonstrando domínio do tema e familiaridade com a linguagem acadêmica.


Após concluir a primeira versão da dissertação, dedique tempo à revisão rigorosa. Leia o texto com atenção, buscando identificar erros gramaticais, ortográficos e de pontuação. Verifique se a estrutura está clara e coesa, se a argumentação é sólida e se a linguagem está adequada ao público-alvo.

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page